terça-feira, junho 18, 2024

Trabalhar no Japão para brasileiros para descendente e não descendente

Trabalhar no Japão

Com recentes mudanças na lei trabalhar no Japão é a oportunidade que muitos brasileiros e descendentes esperavam para mudar de vida.  Confira também como funciona a lei de descendente e todas as etapas para esse novo empreendimento.

Todos os anos há um aumento significativo da entrada de imigrantes brasileiros a procura de emprego no Japão. As oportunidades surgem e mesmo com toda a diferença cultural os brasileiros almejam iniciar sua caminhada por terras nipônicas.

Além disso, a chance de trabalhar no Japão não fica só entre os descendentes, mas para pessoas de outras nacionalidades também. Veja como funciona, para o brasileiro seja ele, descendente ou não, conseguir trabalho em diversas cidades japonesas.

Trabalhar no Japão: Como conseguir emprego?

O governo Japonês oferece incentivo para a contratação do imigrante em diversas áreas. Um bom exemplo disso é o setor de TI e Designer que disponibiliza vagas para o estudante brasileiro trabalhar no Japão e estudar ao mesmo tempo. A oferta é grande, principalmente para o imigrante qualificado.

No entanto, por conta disso, há milhares de estrangeiros com trabalho remunerado vivendo em cidades japonesas. E os estudantes a fim de fazer uma pós-graduação ou curso de graduação também têm o privilégio de conseguir a vaga de emprego, com a licença especial que iremos falar daqui a pouco.

Agências e sites de emprego no Japão

A melhor forma de trabalhar no Japão e recorrer às agências de emprego, muitas delas usam o idioma local, ou seja, o japonês, porém algumas trabalham diretamente com estrangeiros e utilizam o idioma em inglês.

É importante encontrar as vagas de emprego antes de viajar, pois com o convite da empresa você tem maiores chances de solicitar o visto de trabalho. As agências são especializadas em recrutar o estrangeiro e fazer a ponte entre a empresa e o candidato.

As agências, certamente, são as mais indicadas na busca pelas vagas. Sendo assim, se quer ter uma chance certeira de trabalhar no Japão, busque as vagas através das agências. Os sites podem ser úteis também, porém indicados para o estrangeiro que reside no Japão.

Canais de agências de emprego:

Passos para trabalhar no Japão através de agências de emprego

A partir do momento que aciona uma agência terá que enviar seus documentos, bem como preparar um bom currículo ou portfólio, se for o caso. Tudo deve estar em inglês lembre-se disso!

Contudo, a agência determinará os atributos necessários para fazer a ponte para as vagas que estão oferecendo. Examinado assim quais das empresas em que elas têm contato se adéquam a suas qualificações.

Caso seu currículo seja classificado, a agência enviará um e-mail agendando a entrevista. Geralmente a conversa é por Skype, mas em casos de os candidatos estarem ainda no Brasil.  

Sites para buscar emprego no Japão:

Como conseguir trabalho sem ser descendente?

1. Ser estudante

Primeiramente, para conseguir emprego no Japão é de suma importância falar inglês e saber o idioma japonês também. O estudante recebe incentivo do governo japonês, mas deve fazer uma graduação e assim pode trabalhar no Japão sem que haja maiores complicações.

 Sendo assim, o primeiro passo que o estudante brasileiro deve tomar é solicitar a permissão para uma universidade. Logo, é necessário acessar a licença especial que dará a ele a possibilidade de trabalhar por até 28 horas semanais e ainda estudar.

A oportunidade de bolsas de estudos no Japão é um fator inerente para quem deseja uma carreira fora do Brasil. Uma das melhores possibilidades são as bolsas de estudo ofertadas pelo Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do Japão (MEXT), confira as bolsas!

2. Ser casados com alguém de nacionalidade japonesa

Está é mais uma possibilidade interessante para adquirir o Visto e trabalhar no Japão. Se for casado com alguém de nacionalidade japonesa terá total liberdade para viver e trabalhar no país.

Quais os vistos existentes para trabalhar e morar no Japão?

Visto de trabalho:

Para trabalhar no Japão o imigrante brasileiro deve solicitar o visto de trabalho, em que se adquire sendo contratado por uma empresa japonesa ou por conta de a transferência de local.

Logo, os profissionais que podem solicitar esse visto são: engenheiros, gerente de negócios, jornalista e médico. Esse visto tem validade de um período de 1 a 3 anos.

Visto para estudante:

Trabalhar e estudar no Japão podem ser a chance para o não descendente conseguir o visto. No entanto, é necessário fazer, como já falamos acima, uma graduação, pós-graduação, cursos profissionalizantes, curso técnico, pesquisa ou ser estudante de língua e cultura japonesa.

Além de o imigrante poder estudar ele ainda consegue vários benefícios, como por exemplo,abrir conta em bancária. O visto de estudante abrange também para os professores em treinamento em diversas áreas do ensino.  Através do visto de estudante o estrangeiro não descendente pode vir para o Japão trabalhar legalmente.

Visto turista:

O visto de turista é de curta permanência, além disso, com ele não é permitido exercer trabalhos full time Japão. Sobretudo essa categoria de visto pode ser usado para viagem de passeios, visita a parentes, congressos e negócios.

Ao visitante turista não é permitido exercer qualquer trabalho com remuneração.

Este visto tem validade de 90 dias.

Trabalhar sendo Descendente japonês

O descente japonês pode trabalhar no país mesmo não sendo qualificado, mas necessita passar por uma seleção antes de ser liberado para o visto. Esta categoria de visto é especifica e deve ser solicitada até a quarta geração de descendência. Para maiores informações acesse o Departamento de Imigração do Japão.

Dicas para conseguir trabalhar no Japão de maneira prática e legal

➜ Seja qualificado

No momento o que é importante para conseguir o visto de trabalho é ser um profissional qualificado, ou seja, tenha graduação. O governo japonês faz questão de incentivar profissionais altamente qualificados para inúmeras funções e setores industriais.   

➜ Aprenda o idioma nativo

Estudar japonês é um dos principais atributos na hora de conseguir a vaga, bem como saber falar inglês. Geralmente as pessoas acham que saber o inglês basta, mas para ter chance no Japão, além de ser qualificado, é dominar a língua nativa.

➜ Estude o idioma e cultura nipônica no Japão

Uma maneira prática de conseguir trabalho no Japão enquanto se qualifica é ir com o visto de estudante e fazer um curso de línguas. Uma vez que com o visto de estudante o imigrante brasileiro pode trabalhar por meio período, em trabalhos com remuneração mais baixa.  

Consequentemente os trabalhos de meio período no Japão garantem sua permanência até que consiga um emprego melhor remunerado. Os trabalhos de meio período podem ser para atendentes de cafés, restaurantes e bares (izakaya).

O salário para esse tipo de exercício gira em torno de ¥950 a ¥1000 ienes por hora, neste caso terá a oportunidade de conhecer melhor os nativos e ficar familiarizada com a língua japonesa.

➜ Currículo e Portfólio

Vale à pena lembrar que seu currículo é importante então capriche e faça-o em inglês.

Preço da moradia no Japão

Para trabalhar em outro país é preciso fazer cálculos e um bom planejamento antes de pegar voo. A princípio, morar no Japão vai mais além que somente adquirir uma bolsa de estudos.

Você terá que estar por dentro dos preços da moradia e o transporte público, por exemplo. A moradia depende bastante em qual região irá se estabelecer, porquanto cidades como Tóquio ficam em torno de 3 a 5 mil reais. E o salário em Tóquio está em torno de  ¥1,011 ienes.

O que é o Certificado de Elegibilidade?

Este certificado permita que alguns profissionais possam trabalhar legalmente no Japão.  Profissões como a de professor, artista, jornalista, gerente de negócios, serviços legais e de contabilidade, serviços médicos, pesquisador, instrutor, engenheiro/especialista entre outras veja aqui!

Trabalhar no Japão é um sonho possível! Siga nossas orientações e faça valer a pena.

Leia também: Trabalhar na Alemanha: encontre vagas de emprego, salário e visto

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.