sábado, junho 22, 2024

Concurso TJ SP 2019: banca Vunesp confirmada para novo edital

concurso tj sp 2019

O Tribunal de justiça de São Paulo confere a abertura de novo edital para concurso TJ 2019 com a banca Vunesp confirmada para novo edital.

O concurso público foi autorizado e será ministrado pela banca da Fundação Vunesp, confira mais detalhes.

O novo concurso TJ SP 2019 foi autorizado já há algum tempo, por volta de fevereiro deste ano. Em contrapartida, faltava a escolha da banca organizadora, que já naquela época a opção Vunesp vinha sendo cogitada, mas eram só especulações.

Porém, em 15 de março o órgão especial aprovou a nomeação do Juiz Walter Rocha Barone como presidente da comissão do concurso TJ SP 2019, logo se escolheu a Vunesp como banca organizadora, para a felicidades de muitos que torciam para que isso acontecesse.

Concurso TJ SP 2019 cartórios

O novo concurso TJ SP preencherá as vagas para os cartórios de todo o estado. A lista completa será publicada pouco antes da publicação do edital. De acordo com a resolução 81/2009, há muitas vagas a serem preenchidas. No último concurso só para a cidade de São Paulo foram muitas vagas destinadas a candidatos que passassem pelas avaliações.

Requisitos para o concurso TJ 2019

Para o concurso TJ, o candidato deve ter  título de advogado ou ter desempenhado funções notariais ou de registro por 10 anos. Caso seja aposentado, o interessado deve provar que já ter trabalhado com o  título de servidão extrajudicial em qualquer localidade do estado de São Paulo, por mais de dois anos.

Remuneração

Os registradores e notários do estado de São Paulo recebem uma renda mínima de 13 salários mínimos mensais, conforme se complementa os serviços deficitários.

Atividades no cartório

As atividades de cartório e registro são realizadas em privado, por delegação de autoridades públicas. Os titulares dos serviços extrajudiciais serão pagos pelos serviços prestados, de conformidade com o quadro estabelecido pelo Tribunal de Justiça.

O Concurso TJ SP 2019 é feito através de provas objetivas, provas orais e avaliação de títulos. A avaliação objetiva referia-se a questões relacionadas a Direito Constitucional, Direito Administrativo, direito Tributário, direito Civil, direito processual Civil, direito Penal, direito Penal, direito Comercial, conhecimentos gerais e língua Portuguesa.

Prova Escrita

 Concurso TJ SP 2019 está com edital para sair e banca escolhida
Imagem: Divulgação.

A prova escrita consiste na consideração de dois temas de discussão, bem como um trabalho prático e uma tese sobre os temas incluídos no conteúdo programático. A fase pode durar até quatro horas.

As perguntas e dissertações podem ser de qualquer assunto incluído no programa. A prova prática consiste na escrita, o instrumento, certificado ou outros documentos relacionados com atos notariais ou a resolução de um caso ou problema em relação a essas atividades.

Para cada critério de entrada podem ser aplicadas três provas escritas e práticas. Contudo, as notas obtidas em cada grupo são válidas para ambos os critérios.  Para não ser eliminado ambos os critérios de admissão devem alcançar um mínimo de cinco pontos.

Como é trabalhar no Cartório?

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo é considerado o Tribunal maior do mundo em volume de casos. O número de denúncias apresentadas perante o poder judiciário do Estado de são Paulo corresponde muitos casos de denúncias no sistema judicial Brasileiro. Todavia um Tribunal modelo, pois tem mais de 2.600 juízes e cerca de 43.000 servidores em 319 distritos estaduais.

Atuação do Juiz

O juiz estadual tem a função de avaliar todos os casos que não são da competência dos tribunais especializados. Os tipos de denúncias recebidas no sistema incluem a maioria ações civis; crimes comuns; julgamento de família, infância e juventude; execuções fiscais de Estados e municípios, entre outros.

Vagas

A espera pelo concurso TJ SP 2019 foi longa, mas são mais de nove mil cargos vagos, sendo assim podemos esperar por uma grande quantidade de vagas a serem preenchidas. Bem como o concurso de escrevente judiciário que no último foram mais 800 vagas só na cidade de São Paulo.

Inscrições

As inscrições serão feitas pela Fundação Vunesp, embora ainda não estejam abertas, é importante se focar na preparação da prova, estudando desde já! Aconselhamos conferir as provas anteriores e fazer exercícios baseados nelas.

Trabalhar nos Cartórios

Para trabalhar nos cartórios é preciso ter formação em Direito ou ter ao menos dez anos de experiência. É preciso ter trabalhado com serviços notariais ou de registros públicos, ou seja, atividades de natureza pública. Esses serviços  são executados pelo Estado e delegadas a pessoas concursadas.

Embora existam diversos cartórios, cada um tem sua própria atribuição. Há o de registro de imóveis, registros e averbações de atos relativos a imóveis; registros civis e de interdições e tutelas, em que acontecem desde casamentos a registros de nascimento, além de muitos outros.

O titular de um cartório é fiscalizado pelo Poder Público. Então, o salário desse profissional depende da arrecadação de cada cartório.  

Detalhamento

  • Concurso: tribunal De Justiça do 17º Paulo
  • Organizador do banco: VUNESP
  • Escolaridade: Ensino superior
  • Remuneração: 13 salários mínimos

Veja também: Onde estudar no Canadá? Veja todos os passos

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.