domingo, julho 14, 2024

Como identificar o assédio moral no ambiente de trabalho

O assédio moral no ambiente de trabalho tem sido recorrente nos dias atuais, mas você sabe com identificá-lo?

O profissional passa por abusos, cobranças exageradas e perseguições dentro do ambiente de trabalho. Até mesmo brincadeiras que ultrapassam o limite pode caracterizar em assédio moral no ambiente de trabalho.

O comportamento, às vezes, é difícil de ser identificado, porém, em alguns casos passam para o âmbito judicial de tão grave que se torna as cobrança e atitudes dúbias.

Veja como identificar o que é assédio moral no ambiente de trabalho e descubra como solucionar o problema de uma vez por todas.

O que caracteriza assédio moral?

O assédio moral pode prejudicar a empresa em um todo, seja o empregado, colegas de trabalho e até mesmo o chefe. Um comportamento que há mais de 10 anos vem tendo grande ocorrência no Brasil. Através de canais de denúncia os empregados podem fazer suas queixas.

Mas, como identificar que aquele comportamento é apenas grosseria ou se trata mesmo de assédio moral?

O assédio moral é conhecido também pelo seu poder psicológico nocivo. No entanto, é caracterizado por comportamentos repetitivos criando um ambiente de trabalho degradante e hostil.

O empregado é humilhado na frente de outras pessoas, intimidado e tratado com hostilidade por chefes ou colegas de níveis hierárquicos mais altos. Este comportamento grosseiro e indelicado passa a ser sistemático e repetitivo.

Sobretudo, a pessoa hostilizada perde a dignidade e é prejudicada profissionalmente. Além disso, a vítima é, também, prejudicada psicologicamente e pode ser destruída sua saúde mental.

O assédio moral não é um comportamento isolado de estresse perante a empresa. Quando, por exemplo, uma pessoa grita com você por algum motivo no seu ambiente de trabalho tem como característica uma conduta abusiva, e não é considerado assédio moral.

Como já falamos no artigo: Aprenda o que fazer quando o chefe é grosseiro, assédio moral é bem mais complexo. Para se caracterizar assédio moral, devemos levar em conta o comportamento sistemático e repetitivo do assediador.

Como identificar o assédio moral no ambiente de trabalho?

Como identificar o assédio moral no ambiente de trabalho

Em resumo, quando o superior expõe um profissional a situações humilhantes, degradantes e constrangedoras repetitivas e prolongadas vezes, no decorrer da jornada de trabalho, isto é assédio moral.

O assédio moral pode ser direcionado a uma pessoa ou a um grupo e tem a intenção de desmoralizar o indivíduo. Para melhor identificar se está sofrendo assédio moral, fizemos um resumo de algumas situações, veja a seguir.

A pessoa que sofre o assédio moral é isolada e humilhada na frente de outras pessoas — podem ser dos colegas ou mesmo clientes da empresa. Esta pessoa é impedida de se expressar, entretanto, o assediador faz tudo isso com o intuito de prejudicar injustamente suas habilidades no âmbito de trabalho.

Esta pessoa é impedida de se expressar, entretanto, o assediador faz tudo isso com o intuito de prejudicar injustamente suas habilidades no âmbito de trabalho.

O assédio O assédio moral pode ser feito pode ser feita de maneira direta, quando o assediador tem iniciativas diretas contra uma pessoa, a fim de prejudicá-lo moralmente.

No entanto, existem outros métodos de assédio que consiste em empregar o assédio através das ferramentas de gestão. Sabe aquela pressão contínua, grosseira e abusiva que visa tirar a dignidade do funcionário?


Quando o superior exige tarefas complexas demais para a demanda de trabalho do empregado, e faz pressão para que sejam realizadas rapidamente. Isto é assédio moral.

Em alguns casos é exigida a ele que faça tarefas que não condizem com a qualificação do funcionário. Então, isso também é uma maneira de assédio moral no trabalho através de ferramentas de gestão.

Demais condutas de assédio moral

Quando o trabalhador de modo geral é agredido (a) verbalmente e isso se torna constante é fácil de identificar o assédio moral no ambiente de trabalho. Porém, há algumas atitudes imperceptíveis de assédio moral que devemos citar.

  • Seus problemas de saúde são ignorados.
  • É acusado injustamente de algo que não fez.
  • É constantemente constrangido sem motivo.
  • Sobrecarregado de tarefas impossíveis de realizar.
  • Vigiado excessivamente.
  • Sua presença é ignorada.
  • Deboches contra sua pessoa.
  • Perseguição.
  • Ameaças.
  • Chantagens.
  • Rumores dele são espalhados pela repartição onde trabalha.
  • Desvio de função e diretos sonegados.

O que fazer para combater o assédio ?

O assédio moral no trabalho é bastante comum nas relações hierárquicas que sobressaem condutas desumanas e sem ética. Mas o que podemos fazer para combater esse comportamento?

O assédio moral é uma violência invisível, contra o trabalhador, aos olhos da sociedade. Todavia, tem sido um comportamento comum no ambiente profissional. Aconselhamos a denúncia, que na maioria dos casos é feita pela internet.

Como e onde denunciar?

Primeiramente o trabalhador que sofre com assédio moral deve procurar a ouvidoria, ou RH da empresa onde trabalha. Mas, se o caso se intensificar e não for resolvido, o sindicato é a segunda opção para que ele possa relatar os fatos.

A denúncia de assédio também pode ser feita através dos órgãos como o Ministério Público do Trabalho (MPT) e as Superintendências Regionais do Trabalho. Na maioria dos casos os assediadores são os líderes das empresas.

As providencias da denúncia de assédio moral contra um trabalhador é julgada e com as provas conclusivas deve-se pagar indenização.

Danos causados pelo assédio moral

A empresa precisa estar alerta sobre as exigências impostas para seus cooperadores. Além disso, ter consciência dos limites que precisa manter entre o profissional e o pessoal de cada trabalhador.

E, é claro, ter respeito pelos indivíduos e seus valores. Quando há assédio moral em uma empresa o clima se torna pesado para todos a sua volta, incluindo para seus clientes. Todos os setores ficam abalados, até mesmo a linha de produção.

Sobretudo, o assédio moral afeta de diversas formas em primeiro lugar a pessoa assediada, ou o grupo. Dependendo do trabalhador e de como é a forma de assédio, alguns procuram a ajuda médica e iniciam tratamento medicamentoso.

Porém, na maioria dos casos o trabalhador desenvolve certo desequilíbrio emocional e causar depressão, estresse, exaustão emocional, exaustão física, burnout – Estresse crônico entre outras patologias.

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.