terça-feira, junho 18, 2024

Escrevente judiciário: como ser aprovado, salário e o que faz

Escrevente judiciário

Veja qual a melhor forma de ser aprovado para o concurso de escrevente judiciário e conseguir os primeiros lugares na prova!

Muitas pessoas estão esperando o Concurso do Tribunal de Justiça. Ansiosas para a prova, estão à procura de uma maneira de estudar e conseguir os primeiros lugares.

O concurso para escrevente judiciário é bastante aguardado pelos concurseiros de plantão. Isso porque o salário é alto e existem inúmeros benefícios para um cargo. Uma vez que a pessoa que passa em um concurso desses recebe um salário inicial em torno de R$ 6.196,73.

Sobretudo, um bom salário para um concurso público de ensino médio. Separemos aqui algumas formas de se preparar e ser aprovado para o Concurso de escrevente judiciário do Tribunal de Justiça.

Vamos lá?

Como ser aprovado na prova de escrevente jurídico

A carreira de escrevente judiciário é bastante almejada e rende diversos assuntos em torno dela. O candidato a vaga precisa se preparar antecipadamente, pois, só assim vai conseguir os primeiros lugares no concurso público.

A preparação deve acontecer antes da data da prova, visto que a matéria é bastante extensa. Então, quanto maior o tempo para a preparação, melhor será sua colocação na prova.

✎ Lembre-se disso, e comece já!

Caso ainda não tenha começado sua preparação, vamos te ajudar com os primeiros passos. A princípio, conhecer melhor a carreira de escrevente é o inicio de sua preparação.

Acima de tudo, nunca é tarde para iniciar a corrida em busca de um sonho.

Não faz muito um tempo, fizemos um artigo sobre tudo que envolve à carreira de escrevente. Onde o profissional trabalha, como é seu dia de trabalho e muitas dicas a respeito do concurso, leia!

Carreira de escrevente tudo sobre a profissão

É importante entender onde vai trabalhar, como é o dia de trabalho nos fórum do Brasil, quais são suas atribuições e quem é seu chefe. Só assim entenderá melhor a carreira de escrevente. 

Então aconselhamos que pesquise e se informe de tudo isso. Esse primeiro passo é essencial, pois uma das matérias estudadas para esse concurso, Normas da Corregedoria, por exemplo, pode ser mais bem compreendida se souber as atribuições de seu cargo.  

O que faz um escrevente

Todos que passarem no concurso de escrevente TJ irá exercer diversas atividades nos tribunais, entre elas existem seis principais que são:

  • Atender ao público nos cartórios de ofício;
  • Conferir e elaborar documentos;
  • Executar atividades relacionadas ao serviço, como a organização, suporte técnico e administrativo em unidades do Tribunal de Justiça;
  • Dar andamento aos processos judiciais e também administrativos;
  • Atualização referente à legislação pertinente.

Como lidar com as mudanças no conteúdo da prova

Diversos estudantes estão em busca de um material mais completo para que tenha eficácia em seus estudos. Além disso, obter um material onde eles consigam uma boa colocação para o concurso de escrevente. A saber, a legislação tem mudanças constantes, sendo assim, todo o ano é importante que revise o conteúdo e certifique-se que seu material está atualizado.

E importante saber os detalhes principais sobre o concurso que pretende participar. O estudante bem informado estrá por dentro de todas as mudanças nas leis. A carreira de escrevente do Tribunal da Justiça é muito almejada, bem como disputada no meio jurídico.

Entenda como é a prova para escrevente judiciário

➥ Sintetizando o Concurso para escrevente judiciário

O escrevente judiciário é bastante importante para todos os Tribunais, pois são eles que movimentam os processos e dão andamento aos trabalhos.

Para aqueles que passarem no concurso de escrevente terão uma remuneração equivalente a R$ 6 mil reais mensais, isso dependendo da região que atuarem.

Todavia, o servidor terá uma carga horária de 40 horas semanais. Veja agora todas as etapas exigidas para o concurso de escrevente TJ!

Etapas do concurso para escrevente

Certamente você já deve ter feito uma prova para o concurso público. Mas, caso não tenha e essa seja sua primeira empreitada, saiba que o concurso de escrevente judiciário requer foco. De acordo com o edital as matérias são extensas.

Vamos apresentar todos os passos para que você fique por dentro do processo e garanta a vaga.

Geralmente, o concurso de escrevente judiciário oferece muitas vagas, uma vez que existem fóruns espalhados por todo o Brasil. Ou seja, muito trabalho a ser realizado.

No entanto, para passar na prova o estudante deve cumprir algumas etapas essenciais. E a primeira deles é fazer uma prova objetiva.

Sua preparação deve iniciar desde já, para que consiga uma boa atuação na hora da prova. No mais não são etapas complicadas e não é exigido esforço físico.

1ª Etapa – Prova Objetiva

A prova objetiva do concurso de escrevente tem caráter eliminatório e também classifica os candidatos para a segunda fase. Com o intuito de avaliação tem duração de 5 horas. A prova é uma análise do candidato perante seu conhecimento para a cargo.

Por isso é necessário que o candidato estude muito bem todo o conteúdo da prova, pois é assim que será avaliado seu desempenho para o cargo. Ao todo a avaliação engloba 100 questões de múltipla escolha nas seguintes disciplinas:

Bloco I

  • Língua Portuguesa

Bloco II

Conhecimentos em Direito (Direito Penal, Direito Administrativo, Processo Penal, Processo Civil, Direito Constitucional e Normas da Corregedoria)

Bloco III

  • Conhecimentos Gerais,
  • Matemática,
  • Raciocínio Lógico,
  • Informática.

2ª Etapa – Prova de Digitação

A segunda etapa para o concurso de escrevente judiciário é uma prova prática em que o candidato realiza a digitação. Ele deve digitar um texto e formatá-lo corretamente. De acordo com as instruções os candidatos terão um texto preestabelecido com os seguintes requisitos:

  • Formatação do texto;
  • Tipo de fonte;
  • Tamanho;
  • Negrito, itálico, sublinhado;
  • Espaçamento;
  • Margem parágrafos e alinhamento do texto.

Além disso, o texto impresso tem em média 1.500 caracteres.

Material gratuito para estudar

Todavia, vale a pena se preparar bem antes que aconteça a prova do concurso. É necessário total desempenho para obter uma nota válida. São diversas as vagas para os concorrentes. Contudo, nos últimos concursos de escrevente judiciário as vagas passaram da marca de 800 pessoas convocadas. Todas elas com a remuneração acima da média. Então, não perca tempo!

  • Apostila Português PDF
  • Apostila Word PDF

Portanto, fazer um cronograma de estudos é bastante eficiente na hora de se preparar para qualquer concurso público. Dê uma olhada em como estudar e ter mais eficiência no artigo: Método e Planilha Estudo.

Como é trabalhar no Tribunal de Justiça?

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tem muita carência de trabalhadores, visto que o volume de processos é um dos maiores no mundo. Além disso, o tribunal é o órgão que julga todas as causas e competências especializadas, isso por ser um Tribunal Estadual.

Então, ao passar para um concurso de escrevente judiciário você terá muito trabalho pela frente. Não é atoa que o salário de escrevente do fórum é alto. Isso porque, há um número grande de processos todos os dias, recorrentes em todas as varas de todo o Brasil.

Sobretudo, o concurso para escrevente judiciário está com vagas disponíveis sempre, principalmente no estado de São Paulo, vale a pena estudar!

Como funciona o trabalho nos ofícios na Justiça?

O Tribunal de Justiça de São Paulo recebe uma demandas grande de ações todos os dias, das seguintes modalidades: Indenização Cível, Cobrança Cível, Crimes Comuns, Processos Familiares, Processos da área Infantil, Processos da área da Juventude, Falências, Recuperações, Registros Públicos, execuções Fiscais entre outras muitas.

Além disso, a instituição é bastante comprometida e competente. Exerce um trabalho de estima pela sua missão, bem como resolver tarefas de sua competência.

Tarefas essenciais para o bom convívio das pessoas na sociedade. Algumas dessas tarefas são, resolver conflitos através de julgamentos de processos e a preservação do direito.

Através de métodos legais, é reconhecida nacionalmente como uma instituição moderna, célebre e tecnicamente diferenciada. Aliás, essa visão deve ser transparente para torná-la um instrumento efetivo da justiça.

É importante que o candidato a vaga no concurso de escrevente judiciário tenha todas essas informações em mente antes de passar em concurso público.

Além disso, estude firme, faça um bom planejamento. Uma dica importante é responder questionários para que possa relembrar a matéria.

Acesse o site www.qconcursos.com para encontrar diversas questões para se auto examinar, principalmente para as provas de Escrevente do TJ. Boa sorte

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.