terça-feira, junho 18, 2024

Curva do esquecimento: entenda como memorizar melhor o conteúdo

Curva do esquecimento

Memorizar o conteúdo das matérias pode ficar mais fácil quando se entende como funciona a curva do esquecimento em seu cérebro.

Está cansado de fazer revisões e na hora da prova ter o famoso branco? A curva do esquecimento pode estar causando isso em você. Embora muitas pessoas façam revisões desgastantes, não se lembram de detalhes cruciais na hora das avaliações, principalmente em provas de concursos públicos.

Fique sabendo, pois o cérebro tem a tendência natural de levar ao esquecimento mais de 50% de tudo que estudou em menos de 24 horas. Saiba por que isso acontece e como ajustar seu cérebro a absorver melhor o conteúdo das matérias.

O que é a curva do esquecimento?

De acordo com estudos essa tendência ao esquecimento de nosso cérebro acontece por conta da curva do esquecimento de Ebbinhaus. Esse nome não é tão comum no meio acadêmico, porém alguns estudantes de concurso público já devem ter ouvido falar sobre isso.

É possível memorizar 100% da matéria estudada a partir desse fator, basta reprogramar seu cérebro e fazer para que ele fique condicionado a memorizar a matéria.

Fique por dentro a partir de agora e descubra qual o real significado da curva do esquecimento e aprenda como memorizar melhor o conteúdo estudado!

Como funciona?

curva do esquecimento de Ebbinhaus.
Curva do esquecimento de Ebbinhaus. Foto: Divulgação.

Em resumo, a curva do esquecimento é a memória descartada do cérebro que depois de algumas horas não nos lembramos mais. Assim que temos o contato direto com um conteúdo novo a tendência a esquecermos dele é de 40% nos próximos 10 minutos.

Consequentemente esquecerá 80% desse conteúdo nas próximas 24 horas e 90% daqui uma semana. Logo após isso em um mês não se lembrará de mais nada praticamente.

É desanimador não acha? No entanto, existe uma solução bastante simples para que isso não ocorra e você consiga estudar de forma excelente.

É preciso, primeiramente, ajustar o cérebro para que esse esquecimento não aconteça e desse modo conteúdo se torne ativo em sua memoria. De certa forma, isso é possível e vamos aprender no decorrer do artigo.

Através de revisões feitas de maneira correta você consegue resultados satisfatórios, e aprende um método simples de como memorizar melhor esse conteúdo estudado.

Além disso, consegue construir um método eficaz de estudo! Mas, primeiramente é importante entender alguns pontos sobre a curva do esquecimento e o porquê ela acontece. Eventualmente, existem diversas causas desse esquecimento ocorrer, veja!

A curva do esquecimento razão natural

Como já foi dito, a curva do esquecimento de Ebbinhaus é um fator natural do nosso organismo, porém há outros fatores que nos levam a uma memória defasada.

Antes de aplicarmos qual seria um método de estudo eficaz para memorizar melhor o conteúdo estudado, devemos levar em consideração outros estímulos.

Estímulos tecnológicos

Há algumas razões pelas quais nossa memória fica cada vez mais fraca, por sua vez há um excesso de estímulos que depositamos em nosso cérebro todos os dias, a cada minuto.

De acordo com o livro “Faça seu Cérebro Trabalhar por Você” de Renato Alvez, o problema é também detectado pela dependência cada vez maior da tecnologia, substituindo as recordações naturais pelas recordações artificiais.

Devemos ter consciência que a tecnologia pode ser eficaz em muitas coisas, mas é preciso dar descanso para nossa mente. Com o avanço tecnológico desaprendemos a memorizar, sem que tenhamos um acessório para isso.

Trabalhe junto com a curva do esquecimento

A técnica de como memorizar melhor o conteúdo é bem simples, você não precisa ter esquemas complicados de memorização como relatavam antigamente.

Descobrimos um método que além de ser eficaz é bastante confortável para os estudantes. Primeiramente, quando estudamos um assunto novo é interessante fazer tópicos e após uma hora de estudos fazer a revisão somente desses tópicos. Relembrando através dos tópicos o conteúdo em um todo.

Atenção: separe as matérias por horário e dias da semana, desde que estude em média cada assunto no máximo duas horas por dia, cada um deles. Logo após isso se lembre da revisão dos assuntos nos tópicos.

O dia tem 24 horas, sendo assim, é simples tirar 6 horas do seu dia, por exemplo, para estudar.  Dentre essas 6 horas devemos separar as matérias por horário, e assim estudar todos os dias, sobretudo fazer a revisão dos tópicos.

Exemplo:

Estudei o conteúdo de língua portuguesa por 2 horas e revisei os tópicos desse conteúdo. Logo após isso, estudei o conteúdo de matemática por mais 2 horas e revisei os tópicos desse conteúdo em seguida.

O dia seguinte …

No dia seguinte faça a revisão dessas duas matérias e passe para outro conteúdo, por exemplo, a matéria de direito penal.

Uma vez que tenha estudado mais outras duas matérias, uma hora depois faça a revisão dos tópicos como fez no dia anterior. E não se esqueça de após 24 horas a revisão da matéria toda.

Uma semana depois …

Uma semana depois é a hora da revisão da matéria toda que estudou e revisou nesses dias e assim sucessivamente dentre um mês a revisão da matéria novamente.

O cérebro tente a se lembrar melhor assuntos que usamos com mais frequência, ou seja, e em todos os dias. É por isso que você aprende a dirigir e nunca mais esquece.

Então, quando você aprende um conteúdo novo e não o usa nos próximos dias, o cérebro irá certamente descartar esse assunto.

Todavia, ao utilizar o conteúdo continuamente o cérebro o guardará, pois naturalmente percebe que é utilizado mais vezes e em pouco tempo, e assim memoriza esse conteúdo.  

Aprenda a memorizar mais:

Bem, agora que aprendeu como transformar a curva do esquecimento em algo benéfico para você, vamos trabalhar um método eficaz juntamente com ela? Para que assim seu cérebro tenha facilidade no aprendizado e absorva o conteúdo por completo.

1. Seja seu professor

A melhor maneira de aprender algo e tentar explicar para alguém, contudo o esforço de compreender e passar a frente o assunto torna o aprendizado mais eficaz. Sendo assim, aconselhamos que seja seu professor.

Após estudar a matéria e entendê-la estimule seu cérebro através de questionamentos sobre o conteúdo e explique a você mesmo.

De acordo com a Universidade de Michigan  ao terminar a leitura e se questionar em voz alta, respondendo a si mesmo, você absorve bem melhor o assunto!

2. Explique a matéria para alguém

Peça a ajuda para seus familiares e amigos e exponha o conteúdo para eles. Explicar pode ser um ótimo método de memorização do conteúdo estudado. Então, faça como se fosse apresentar um trabalho acadêmico e assim absorva melhor todos os detalhes do assunto.

3. Deixe lembretes

Faça lembretes do conteúdo estudado, com o intuito de sempre relembrar deles nas horas vagas como uma espécie de resumo. Construa resumos bem pequeno de no mínimo três linhas, para ler sempre que estiver sem fazer nada, em filas, esperando por alguém.

Os Lembretes podem ser pequenas fichas técnicas do assunto para fixar em sua memória. Sabe aquelas palavras e significados difíceis de guardar? Então insira elas em seus resumos.

Coloque os lembretes em um mural perto de onde você estuda ou por onde passa diariamente, com isso, sempre que quiser ler as fichinhas e relembrar o assunto elas estarão ali.

Algumas pessoas escolhem levar as fichas com elas e quando estão em uma filas de banco esperando por atendimento, por exemplo, dão uma rápida para recapitular o assunto.

4. Fazer simulados e exercícios

Outra forma de estar com o conteúdo fixado em nossa mente é fazer exercícios, provas e simulados do assunto e trabalhar a curva do esquecimento.

Então, você pode separar um tempo para fazer os exercícios referentes ao que estudou do conteúdo.Uma maneira de ativar seu cérebro para que consiga memorizar tudo.

Sendo assim, faça o download de provas, questões e exercícios e mão à obra!  

5. Leitura ativa

Ao iniciar um texto siga atentamente na leitura prestando atenção, mas faça uma leitura natural, a palavra que não souber o significado busque compreender. Essa é a primeira leitura!

Com o marcador de texto marque as partes principais, coloque explicações em conexão aos conhecimentos do texto e aos seus, com suas palavras. Logo após isso, faça um resumo para melhor memorizar o que de fato estudou.

Gostou e aprendeu como lidar com a curva do esquecimento? Esperamos que sim! Siga-nos nas redes sociais (Facebook e Instagram) para ficar por dentro de todas as novidades.

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.