terça-feira, junho 18, 2024

Regras de etiqueta no Japão que muitos estrangeiros não sabem

Regras de etiqueta no Japão

No Japão existem diversas regras de etiqueta e isto é importante para quem pretende morar e visitar no país. O Japão é composto por inúmeras ilhas e seu território é formado por 70% de montanhas. Acompanhe-nos agora e descubra algumas regras de etiqueta no Japão que muitos estrangeiros não sabem!

O japonês tem vários hábitos que para nós brasileiros podem ser inusitado. Além disso, comportamentos um tanto diferentes do resto do mundo, isso demonstra como cada país tem suas peculiaridades. No entanto, você que é turista, ou estrangeiro que quer visitar ou morar no Japão deve ficar atento para não cometer alguns erros na hora de viajar.   

Regras de etiqueta no Japão para estrangeiros e turistas    

1. Não sirva seu próprio copo no jantar

Ao beber qualquer tipo de bebidas em jantares ou confraternizações, a etiqueta japonesa deve atender a regra onde você não deve servir a sua própria bebida. Mas essa regra de etiqueta pode ser flexível ao adquirirem intimidade e tornar-se amigo dos nativos.

Então, lembre-se de quando estiver no Japão, ao que tudo indica, é importante esperar que alguém sirva sua bebida.

Sobretudo, ao encher seu copo sozinho pode passar a imagem de que seus anfitriões japoneses não são generosos. Uma dica é que você sirva todas as pessoas a sua volta na mesa, e consequentemente alguém servirá você a seguir.

2. Posição seiza

Mais uma das regras de etiqueta bastante importante no Japão é sobre a posição seiza. Geralmente, em algumas situações os japoneses sentam em torno da mesa em posição seiza.

Para muitos estrangeiros ficar nessa posição e mantê-la por muito tempo é difícil, pois não somos acostumados a tais regras de etiqueta e em nosso país não temos esse hábito como no Japão. Porém, para os estrangeiros isso pode ser flexibilizado, sendo assim podemos ficar de pernas cruzadas sem nenhum problema.

3. Apertos de mãos no japão

Cumprimentar as pessoas é um habito bastante comum no Brasil. As pessoas chegam estendem as mãos e cumprimentam uma as outras. No entanto, no Japão isso não vai acontecer, pois lá essa regra de etiqueta significa falta de educação.

Para o estrangeiro os japoneses podem abrir uma exceção, ainda se for turistas de primeira viagem. Mas, caso tenha interesse de fazer o cumprimento corretamente, basta se curvar na frente das pessoas para cumprimentá-la.

4. Gorjetas

Nós brasileiros estamos acostumados a deixar gorjetas em vários locais. Para o garçom no restaurante, dar gorjetas para o frentista e dar uma graninha para o garoto que nos ajudou com as compras do mês. A saber, no Japão esse costume não vai funcionar, pois provavelmente o profissional vai devolver seu dinheiro e não aceitar o presente.

5. Costuma de usar máscaras nas ruas japonesas

Provavelmente você já deve ter visto alguma reportagem feita no Japão alguns nativos de máscara andando pela rua. Sim, eles têm esse costume particularmente quando estão doentes, como por exemplo, com resfriado ou gripe.

6. Coloque o dinheiro no balcão

Em alguns estabelecimentos japoneses os donos não pegam o dinheiro direto da sua mão do cliente. Contudo, os japoneses tem o hábito de deixarem o dinheiro em uma cestinha que se encontra bem ao lado do caixa.  Em outros casos, coloque o dinheiro no balcão para que assim o atendente possa não pegar o dinheiro diretamente em suas mãos. Preste atenção e se houver a cestinha coloque o dinheiro diretamente nela.

7. A regra de tirar os sapatos no japão

No Japão a maioria dos nativos tem um hábito bastante comum que certamente você já viu em alguns filmes, o de tirar os sapatos antes de entrar em casa. Sim, eles prezam por essa regra de etiqueta e você terá que se acostumar com isso.

Geralmente, os sapatos ficam na entrada da casa, no entanto, para usar o banheiro você usará um chinelo que os donos da casa deixam na porta de entrada do banheiro em diversos tamanhos. Só não se esqueça de tirar os chinelos assim que sair do banheiro.

8. Furar fila e andar fora da faixa de pedestre

O Japão é um país muito educado que preza o respeito mútuo dos indivíduos. Então, furar fila e não parar na faixa de pedestre são atitudes reprovadas entre os japoneses, tome bastante cuido com isso por lá.    

9. Cigarro

Na maioria das vezes os japoneses fumam somente ao ar livre e em áreas apropriadas, e nunca quando estão caminhando, pois é considerado uma falta de educação. Isso vale também para a hora de comer enquanto anda. No caso da comida, os japoneses costumam comer no local onde se fez a compra do lanche, ou comidas em geral.

10. Regras do hashi

Muitos brasileiros aprenderam a comer de hashi, isso porque a comida japonesa é muito apreciada em nosso país. Entretanto, o que muitos não sabem são as regras de etiqueta que os dois pauzinhos têm em seu país de origem.

Primeiramente fique atento para nunca colocar o hashi em pé enfiado no arroz, pois esse costume e feito em motivos de funerais. Não cruze os pauzinhos de hashi em cima de seu prato para descasar, certamente terá um descanso de hashi apropriado ao lado do seu prato, cujo nome é hashioki.

E não leve um alimento no seu hashi para um amigo que quis experimentar alguma comida da mesa. Para fazer isso coloque o alimento, com o hashi em um prato limpo, e assim dê para seu amigo experimentar. Caso ainda ache complicado usar o hashi, sinta-se a vontade em usar as mãos para  comer, que não tem problema algum.

Comendo sopa com hashi…

A etiqueta culinária no Japão pode ser a mais complicada para se aprender, principalmente as técnica do hashi, mas não se apavore, use as mãos caso não consiga fazer algo. Porém, se for tomar sopa com hashi, é apropriado levar a tigela de sopa o mais próximo da boca possível, e assim com o hashi pegue todos os alimentos sólidos e logo após isso beba o caldo direto da tigela.

11. Meishi (cartões de visitas)

Se alguém te oferecer um cartão de visitas no Japão, não recuse e demonstre respeito para com ele. No Japão essa troca de cartões de visita é bastante comum e ao pegá-lo guarde cuidadosamente em sua carteira e não diretamente no bolso.

12. Use nomes e não pronomes

No Japão, é comum usar sempre o nome das pessoas e não os pronomes como aqui no Brasil, pois essa linguagem pode expressar grosseria e falta de educação.

O Japão tem um povo que preza o autocontrole, o respeito aos outros e principalmente para com os mais velhos. Há 21% depopulação mais idosa no país. Além disso gostam de pontualidade e seguir regras. Sigam essas regras e estudem mais sobre o comportamento, a cultura e hábitos, para não cometer deslizes e ficar envergonhado.  

Existem diversos pontos que devemos nos atentar e considerar. Para as pessoas que pretendem construir uma vida e trabalhar no Japão, ficar a tento a esses e outros detalhes e de suma importância para que construa amizades e respeito.

Leia também: Ruy Ohtake é eleito para Academia Paulista de Letras.

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.