quinta-feira, maio 30, 2024

Trabalhar na França oportunidade para brasileiros, documentação e salário

Trabalhar na França

Saiba como conseguir as melhores vagas e trabalhar na França como imigrante brasileiro.

Expandir sua carreira profissional, embora seja complicado, é o que muitos brasileiros querem! Sair e morar fora do Brasil pode ser a chance de bom salário e uma vida mais estruturada. Seguir novos caminhos talvez seja o que você está precisando no momento. Confira neste artigo como trabalhar na França pode ser uma das oportunidade para sua vida sendo brasileiro, confira a documentação e salário.

Isso não é uma tarefa fácil, no entanto, trabalhar em países como a França, pode ser o caminho para um sonho de uma vida melhor.

Vantagens de trabalhar na França

Ter um emprego na França é o sonho de muitos profissionais brasileiros, aliás, ter um bom salário e a oportunidade de melhorar sua carreira profissionalmente. Além disso, o país oferece mais segurança em comparação a cidades como o Rio de Janeiro no Brasil. De acordo com a Organização Mundial de Turismo (OMT), a França está na lista de países mais visitados do mundo.

Muitas dessas pessoas querem se estabelecer em cidades como Paris, encontrar um bom trabalho e viver livremente e com tranquilidade. Para os interessados é necessário fazer uma boa busca pelas vagas, uma vez que existem diversos sites especializados para recrutar falantes de língua portuguesa.

Além desses sites muitos brasileiros procuram trabalho pelas redes sociais e grupos de Facebook. Mas, é preciso ter um bom currículo em mãos para conseguir as melhores chances de vagas, então prepare o seu!

O que é importante saber para conseguir um emprego na França?

Embora ter uma carreira de sucesso e experiência internacional seja o sonho de muitos brasileiros, trabalhar legalmente em países como a França é um processo bastante complexo.

A realidade é que muitas pessoas ficam perdidas procurando por informações. Aliás, é sobre isso que pretendemos falar neste artigo.

Pois bem, o primeiro passo é saber quais profissionais são os mais requisitados na França. Sobretudo, a busca por profissionais de língua portuguesa é frequência no país.

Existem diversas vagas a disposição, mas é preciso saber onde ao certo conseguirá encontrar. Os brasileiros que gostariam de se estabelecer em cidades francesas devem se informar de todos esses detalhes antes da viagem e por sua vez fazer um planejamento.

Confira agora as profissões mais requisitadas da França.

Lista de profissionais mais requisitados para trabalhar na França:

Nível Superior

  • Construção civil;
  • Informática;
  • Médico;
  • Advogado;

Nível médio

  • Assistente maternelle;
  • Sage-femme;
  • Assessor administrativo;
  • Cuidador de idosos;
  • Motorista;
  • Turismo;
  • Cozinheiro;
  • Garçom e Garçonete;
  • Setor de Limpeza.

Salário mais altos profissionais na França

  • Engenheiro: 41.159€;
  • Médico: 38.073€;
  • Setor Imobiliário: 36.321€;
  • Construção Civil: 35.476€;
  • Informática: 35.440€;
  • Finanças e contabilidade: 32.942€;
  • Hotelaria: 31.299€;
  • Setor de transporte: 25.711€;
  • Cuidador de crianças: 23.188€.

Salário para subempregos na França

  • Encanador: 2.500€;
  • Mecânico: 2.300€;
  • Gari: 2.300€;
  • Motorista de caminhão: 2.200€;
  • Metalúrgico / Serralheiro: 2.200€;
  • Operador de telemarketing: 1.900€;
  • Açougueiro: 1.900€;
  • Carpinteiro: 1.900€;
  • Assistente de vendas: 1.800€.

Valor do salário mínimo na França e benefícios

O salário mínimo franceses está atualmente com o valor de € 1.521, 22 – Atualizado de acordo com julho de 2019. Em comparação com outros países europeus, o salário mínimo Frances é um dos melhores, por sua vez, na Espanha esse valor está em torno de 1.050,00€.

Basicamente conclui-se que viver na França com um salário mínimo pode ser complicado, mas isso depende bastante de onde você vai morar. Então, qual cidade escolher e o que isso afeta em nossos planos?

Qual cidade escolher?

Não é tão fácil viver com 1.521, 22 euros, principalmente quando estamos morando em cidades como Paris. Se acaso conseguir uma vaga de emprego de salário mínimo, opte por cidades menores, no interior. Sobretudo, as cidades que tenham em média 80 mil habitantes podem ser as melhores para o iniciar sua caminhada.

Sendo assim, cidades como Bergerac e Marseille podem ter custo de vida mais baixo e ser uma ótima opção para quem ainda está procurando qualquer tipo de emprego.

Procure por cidades pequenas trabalhar na França ganhando salário mínimo pode ser complicado.
Foto: Divulgação.

Benefícios empregatícios e carga horária francesa

Em média, trabalhar na França exige uma carga horária diferenciada do Brasil, visto que é de no mínimo 35 horas semanais. Além disso, você pode optar por horas-extras, opcionais e remuneradas. Algumas empresas francesas também oferecem o beneficio de 50% do valor total do transporte público para o empregado se locomover até o serviço.

Férias trabalhistas

O benefício de férias trabalhistas é outro fator diferente do marcado de trabalho brasileiro, contudo até mais animador. As férias são contadas nos dias úteis, que aliás não são 30, mas 35 dias trabalhados. Sendo assim, para os empregados que tirarem 35 dias úteis de férias, não será contado nem feriados, nem finais de semanas, ficando assim com mais dias de férias.

Vale alimentação

O vale alimentação também tem opções diferentes, visto que várias empresas possuem cantinas e restaurantes no próprio local, então não é um item obrigatório. As empresas que não possuem ambiente de alimentação oferecem  tickets de alimentação a seus empregados.

Onde encontrar as vagas ?

A melhor maneira para encontrar emprego na França é através de sites especializados, pois, é mais rápido e de fácil acesso as vagas. Você também pode participar de grupos no Facebook e se inscrever em uma agência de empregos para enviar seu currículo.

Sites de emprego na França

Imigrante legal: documentação e visto

Passaporte. Foto: Divulgação.
Passaporte. Foto: Divulgação.

Após conseguir a vaga ou mesmo estar procurando, é preciso se preparar, pois, ainda tem uma grande jornada pela frente. Primeiramente, é necessário dar entrada aos documentos e avaliar quais dos vistos serviriam para sua situação. Seja um imigrante legal, assim pode viver tranquilamente no país. Em seguida veja as categorias de visto Frances.

Lista de categorias de visto francês

  • Estudante;
  • Au pair (babá);
  • Visto cientifico;
  • Programa Férias-Trabalho;

Para solicitar o visto Frances é necessário fazer o pedido através da Embaixada da França em Brasília, ou pelos Consulados-Gerais da França em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Prepare o dossiê e acompanhe seu pedido pelo “France-visas” no site.

De acordo com o site a única maneira de brasileiros irem à França sem visto é em viagens turísticas, durante no máximo três meses. Além disso, é permitida a entrada sem visto em cidades metropolitanas e Territórios Ultramarinos, como por exemplo, Saint Barthélémy, Nova Caledônia, Polinésia Francesa entre outros. A permanência turística, caso a haja, será analisada por um agente da imigração.

Documentos necessário caso haja permanência

  • Comprovantes de hospedagem que pode ser reserva de hotel, contrato de aluguel ou attestation d’accueil
  • Passagens de ida e volta;
  • Comprovantes para meios de subsistência em valor médio de 65 € por dia para cada pessoa.

1. Visto Programa Férias-Trabalho

O “Programa Férias-Trabalho” entrou circulação em março de 2018. Sobretudo com o objetivo de incentivar jovens brasileiros e franceses a conhecer e trabalhar em um novo país.

O visto de trabalho serve para as pessoas que já estão com emprego garantido, bem como aquelas que tem uma vaga em vista. Se acaso você ainda esteja procurando por trabalho pode ter outra modalidade de visto que seja mais adequado a você.

Procedimento

Conseguiu ou não emprego? Deve solicitar o visto ao consulado como indicamos acima. Primeiramente é necessário que faça o agendamento através da internet pelo: Vistos fazer o agendamento!

Documentação

  • Preenchimento do formulário de pedido de visto de longa duração, assinado;
  •  2 fotos 3,5 x 4,5 atuais;
  • Passaporte com validade de 1 ano a 3 meses;
  • Comprovante de residência brasileiro;
  • Copia do RG;
  • Uma carta motivacional descrevendo o objetivo da viagem;
  • Currículo;
  • Comprovante financeiro extrato bancário recente;
  • Comprovação de valor de pelo menos 2.500 euros;
  • Seguro de saúde internacional;
  • Certificado médico atestando boa saúde;
  • Antecedentes criminais.

 2. Visto de Estudante

O candidato estudante que deseja trabalhar na França, tem também uma opção de visto, mas deve estar fazendo curso de Frances, ou ter duplo-diploma, deve estar cursando uma universidade, fazendo mestrado, doutorado etc. Através disso, você pode solicitar o visto de estudante já estando no país. Mas, lembre-se que o trabalho deve ser em tempo parcial.

Para solicitar o visto de estudante é necessário comparecer pessoalmente no local. Sendo assim, o candidato ao visto precisa também estar com o formulário preenchido e assinado, para que assim seja aceito o pedido de visto. Para maiores informações sobre o visto de estudante acesse Campus France.

Documentação

  • Formulário preenchido para solicitação do visto de longa duração, em seguida faça o pedido no consulado;
  • Passaporte;
  • 2 fotos 3×4 recente, sem data e com fundo branco;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Certificado Campus France n° do processo;
  • Pré-inscrição ou inscrição feita na universidade ou em curso do idioma francês;
  • Declaração de financiamento reconhecida em cartório;
  • Comprovante financeiro: Declaração de imposto de renda; extrato bancário conta corrente ou de poupança dos últimos 3 meses; folhas de pagamento, ou aposentadoria;
  • Comprovante de estadia na França: Contrato de locação, carta convite de um residente francesa, cópia da carte d’identité,  passaporte,  “carte de séjour”.

 Atenção: O passaporte deve ter sido emitido há menos de 10 anos.

 3. Visto Au Pair

O programa de Au Pair Frances é bastante interessante, pois, tem um visto próprio para ele na França. Bem, para trabalhar de Au Pair o candidato deve estar cursando francês, ou estar matriculado em um curso que tenha carga horária de 10 horas semanais.

4. Visto para estagiário

O visto estágio da garantia ao estudante de estabelecer-se na França, mas é necessário estar fazendo estágio em estabelecimento público de saúde. Para dar a entrada no visto estágio, no entanto, é necessário pagamento de uma taxa no valor de 99€.

Documentação

  • Diploma da universidade brasileira;
  • Formulário preenchido para solicitação do visto de longa duração, em seguida faça o pedido no consulado;
  • 1 fotografia 4×5 fundo branco;
  • Certificado Campus France n° do processo;
  • Certidão de nascimento;
  • Convenção de estágio certificada pelo Direction Départementale du Travail, de l’Emploi et de la Formation Professionnelle;
  • Passaporte;
  • Comprovando de estadia na França;
  • Seguro de viagem;

5-Visto científico

Este visto é para as pessoas que estão fazendo trabalho cientifico, pós-doutorandos, professores convidados entre outros.

Documentação

  • Convention d’Accueil;
  • Passaporte;
  • Formulário preenchido para solicitação do visto de longa duração, faça o pedido no consulado;
  • 1 foto 4 x 5 fundo branco;
  • Comprovando do alojamento na França.

Como funciona o Programa Férias-Trabalho

Para finalizar, mais um detalhe do visto de programa de férias, pois ele é válido para pessoas de 18 até 30 anos de idade e permite que consiga ir  a França sem que esteja empregado ou estudando. O interessante desse visto é que você pode buscar por trabalho no momento que chegar no país.

Atenção: Este visto fornece a permissão de estadia na França de até um ano, além disso é gratuito. Em resumo, é recomendado ter conhecimento da língua francesa para obter esse tipo de visto.

Tipos de contrato para trabalhar na França

Para solicitar o visto de trabalho e poder morar tranquilamente no país é necessário que tenha um contrato de trabalho ou o convite de trabalho da empresa que vai trabalhar, ou seja a garantia da vaga. Existem dois tipos de contratos para trabalhar na França, veja a seguir:

CDI: Contrato por tempo indeterminado

Este contrato é valido para as pessoas que já estão com mais de três meses de experiência no trabalho. Sendo assim, o cargo é de tempo indeterminado, e o trabalhador tem direito e benefícios que estão conferidos às leis francesas. Através desse contrato o empregado tem direito a salário fixo ou comissionado. Todavia, essas vagas de emprego são geralmente para cargos de alto nível onde os salários são melhores.

CDD: Contrato por tempo determinado

O contrato de CDD é o mais comum oferecido pelas empresas francesas. Contudo, a empresa que escolhe o contrato CDD, pois tem duração de um mês até um ano. Este contrato pode ser renovado e também se transformar em contrato CDI.

Consulado Frances no Brasil veja os sites:

  • Brasilia
  • São Paulo
  • Consulado Geral da França em Recife
  • Consulado Geral da França no Rio de Janeiro

Leia também: Trabalhar em Portugal para brasileiros.

Rolar para cima
Pesquisar

INSCREVA-SE

Faca como mais de 35 mil brasileiros que já conseguiram sua recomendação pelo oedital, e receba sua oferta!

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.