terça-feira, junho 18, 2024

Calculadora de Férias: Como Funcionam Esses Cálculos?

calculadora de férias

Calculadora de Férias

Formulário de Cálculo de Férias
Informe o valor do salário bruto sem descontos



Informe quantos dias irá tirar de férias



Informe o valor total das horas extras mensais



Informe o o numero de dependentes do trabalhador



Informe qual é seu objetivo com o dinheiro obtido das férias



Antes de qualquer coisa, saber usar uma calculadora de férias da melhor maneira possível e usufruir de todos os direitos que o empregado tem quando atinge o prazo de um ano da ultima férias.

Até porque, quando se usa uma calculadora de férias, o cidadão já tem noção de todos os valores que deve receber. E com isso, as chances de ser passado pra trás diminui muito nos dias de hoje.

Então, pensando em te ajudar nesse processo, veja mais detalhes de como funciona uma calculadora de férias e a melhor maneira de usar essas informações a seu favor. Boa leitura!

Como usar uma calculadora de férias?

Afinal de contas, você tem noção de como se usa uma calculadora de férias e quais os dados que são necessários acrescentar nessas lacunas? Pois bem, se essa é uma das suas dúvidas, estamos aqui para te ajudar.

De uma maneira bem direta, quando um trabalhador vai tirar suas férias, é comum que tenha dúvidas a respeito dos seus direitos nessas situações. E por isso, para te ajudar nesse processo, separamos maneiras eficientes de como usar uma calculadora de férias com segurança e facilidade, como por exemplo:

1 – Veja como as férias são aplicadas

Em primeiro lugar, antes de começar o cálculo na sua calculadora de férias, é extremamente importante que entenda como funciona esse prazo em si por completo. De acordo com a CLT, todos os profissionais têm direito de pelo menos 30 dias de férias pagas depois de um ano de trabalho para a mesma empresa e não de carteira. Porém, no caso da a empresa, tem mais um tempo, que no caso é de 12 meses, para fazer este pagamento.

Diretamente com relação às férias, é de extrema importância que destaque algumas empresas disponibilizam a opção que os 30 dias sejam divididos em três vezes. Ou seja, isso significa que tem como tirar férias de 10 dias – 10 dias e 10 dias em diferentes meses como preferir.

E nesse caso, alguns valores mudam de ordem de recebimento e não o que se deve receber. Por conta desse detalhe, é importante que saiba de fato essas informações para calcular com segurança esses valores por completo.

2 – Faça a adição de um terço do valor ao salário base + vantagens na calculadora de férias

Além disso, para usar a calculadora de férias, sem dúvidas, essa é uma das bases dos cálculos essenciais desse processo. Faz a soma com um terço do salário ao valor total, para encontrar o que se paga por este tempo em si. Por exemplo, se um profissional recebe todo mês o valor de R$ 1.200/mês, um terço desse valor nada mais é que R$ 400,00. Logo, o valor que receberá pelas férias é de R$ 1.600,00.

Nesse sentido, para definir realmente o valor do terço do seu salário, tendo a necessidade de apenas dividi-lo. Conforme o exemplo mencionado acima, R$ 1.200,00 dividido por 3 é R$ 400,00 que já falamos. Mas este ainda não é o valor completo que deve se atentar. Pois, saiba que sim, as horas extras também adicionadas a esses valores, caso tenha alguma.

3 – Adicione as horas extras que mencionamos acima

Logo depois de entender um pouco mais sobre a calculadora de férias e o que necessita ter para calcular esses valores, sem dúvidas que as horas extras também estarão nessa conta. Para calcular as horas extras, existe a necessidade de fazer a média das horas a mais trabalhadas no determinado tempo, multiplicando pelo valor da mesma.

E então, através da calculadora de férias, todo o processo de entender os valores que seu chefes terão que te pagar e o tanto de tempo que terá para ficar descansando, tudo fica bem mais simples e pratico.

4 – Calcule os descontos através da calculadora de férias

É de suma importância esclarecer por completo todos os descontos feitos em cima do valor total. Ou seja, isso significa que receberá R$ 1.600, e não apenas do salário base do profissional que mencionamos no inicio dos cálculos.

No caso, esse é um erro de interpretação muito comum na vida de muitas pessoas que estão nos grupos de trabalhadores e profissionais que estão em fase de aprendizado na questão de folha de pagamento e férias.

Na hora que calcular os valores oferecidos para o trabalhador tirar suas férias, a empresa em si é necessários que faça um controle completo desses cálculos diretamente com um profissional da área, que é o contador.

Isso porque, sem dúvidas que, para um empresário, um contador é um dos melhores opções de investimentos do mercado que vale a pena pagar para ver sua empresa crescer dia após dia. E o melhor, sempre dentro da lei e sem a necessidade de usar a calculadora de férias para tudo.

Já o funcionário, é interessante que se atente a esses cálculos para que confirme se estão ou não corretos e ate mesmo, tire suas dúvidas, caso tenha algumas. Isso facilita sua vida e te ensina muita coisa.

Mudanças no cálculo de férias com a Reforma Trabalhista

Em contrapartida, depois de tantas informações sobre o uso da calculadora de férias é interessante que conheça mais detalhes referente a reforma trabalhista dos dias atuais.

Em resumo, através da Reforma Trabalhista do ano de 2017, alguns pontos em relação as contas de férias e sua administração tiveram algumas modificações específicas que vale a pena conhecer. 

De uma maneira geral, na nova regra, não apenas as férias passam a serem fracionadas, como também, na questão do pagamento das férias não tem mais a necessidade de ser sempre integral. E passa a acontecer especialmente de acordo com o fracionamento determinado entre funcionário e empresa. Além disso, uma nova regra está em vigor, no qual, se proíbe o começo das férias dois dias antes de feriados e descansos. Sendo bem interessante para que, o funcionário realmente tire suas férias em momentos certos e não quando a empresa deseja.

Viagem de Férias
Viagem de Férias (Fonte: Unsplash)

Funcionamento de fracionamento das férias

De acordo com o que mencionamos antes, quando o assunto é leis compensa sempre analisar todos os pontos para não se prejudicar em seu trabalho. Pensando nisso, a seguir, separamos algumas informações sobre como funciona de fato esse sistema de fracionamento de férias nos dias de hoje com as leis atuais, como por exemplo:

  • A princípio, o tempo de férias dividido em até 3x, desde que a primeira tenha, pelo menos, 14 dias sem pausas, e os outros não tenham menos de 5 dias. 
  • Isso sem contar que o processo de divisão de férias foi também incluído na modalidade de férias coletivas e todas as regras desse sistema valem nesse categoria em especial, juntamente com o pagamento dividido;
  • Todos os trabalhadores que sejam menores de 18 anos e maiores de 50 anos tem o direito de fracionar seu descanso e, caso queira, se usa a calculadora de férias com tranquilidade;
  • Aliás , funcionários com horário de trabalho parcial, depois dessas mudanças nas leis, terão os mesmos direitos que aqueles em horário integral.

Principais descontos ao usar a calculadora de férias

Contudo, como mencionamos durante esse artigo, na hora de usar a calculadora de férias é bem interessante que saiba quais são os descontos que o funcionário terá nessa situação.

Pois, sem dúvidas que, todos esses descontos não deixados de lado na hora de fazer a conta do valor devido ao funcionário para suas férias.

Porém, é bom que saiba que esses descontos estão ligados à Previdência Social e ao Imposto de Renda no geral de uma empresa. Onde, você calcula o valor do INSS nas férias, assim como o IRRF.

Entretanto, mais um detalhe que pode causar problemas nessa ocasião no valor das férias é a quantidade de faltas sem nenhum tipo de justificadas. Por isso, a dica é ficar atento a esses pontos, tanto sendo o empresário quanto o funcionário, para que não se prejudique em nada.

Fique atento a esses detalhes para que, realmente não perca nenhum valor e também não se iluda achanco que a quantia será diferente. Isso faz com que fique com os pés no chão e não faça contas sem verdadeiro valor em mãos.

Lei sobre o cálculo de férias

Por outro lado, a Consolidação das Leis do Trabalho oficial, diretamente no seu artigo 129, diz que “todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da remuneração”. Para isso, é necessário que tenha uma carteira de trabalho registrada, no qual a emissão é pelo site do Governo (https://www.gov.br/pt-br/servicos/obter-a-carteira-de-trabalho).

Sendo assim, esse direito em questão também é garantido pela Constituição Federal do ano de 1988 em seu artigo sétimo, inciso XVII. E por isso, é interessante que saiba que realmente a lei está ao seu lado, caso seja funcionário. 

Portanto, em um ano após a assinatura do contrato de trabalho, o funcionário terá direito às suas férias depois de um ano dentro da mesma empresa, como já mencionamos antes. 

Nesse sentido, depois desse primeiro ano, isso significa que o presente de aniversário desse funcionário será as férias. No qual, o trabalhador tem completo direito a 30 dias de férias, que aprovados pelos empreendedores dentro dos próximos 12 meses que mencionamos. 

Mas, caso a empresa ultrapasse esse limite, a empresa tem a possibilidade de pagar multas e a sofrer processo trabalhista caso não use a calculadora de férias ou tenha apoio de um contador de qualidade. Fique esperto a esses detalhes para que nem a empresa e nem o empregado tenha problemas.

Importância de tirar férias para um funcionário

Conforme já mencionamos em todo o artigo, não é apenas usar a calculadora de férias que importa. Mas sim, aproveitar esse tempo de descanso por completo. Afinal, você sabe qual a real importância de tirar férias?

Obviamente, quando trabalhamos com aquilo que gostamos, as chances de querer parar não existem. Pois, é natural que pense que apenas um final de semana de descanso já é o suficiente. 

Só que, pensando por esse lado, não é verdade. Por mais que o funcionário trabalhe com prazer, é necessário que tenha pausas para que descanse e volte renovado para suas atividades. 

Então, quando falamos em usar a calculadora de férias, não está apenas relacionado aos valores que receberá. Mas também, é uma maneira segura de analisar por completo o quanto você trabalhou no último ano e merece tirar férias. Essa é a verdadeira importância de todas as férias oferecidas aos funcionários após um ano de firma.

Pagamento das férias

Além disso, nessa situação em questão, a CLT também define que as férias serão remuneradas em um salário + um terço de salário como já falamos antes, apenas reforçando. Essa remuneração a mais é muito conhecido como adicional de férias. 

E é nesse momento que entra a necessidade de saber usar a calculadora de férias por completo e de maneira eficiente para que não perca nenhum valor que é seu por direito em Lei.

Empresa que atrasa as férias do funcionário, o que fazer? – Calculadora de férias

Você tem noção de tudo que acontece com uma empresa caso atrase as férias de seus funcionário? Pois bem, como percebemos, as férias são direitos dos funcionários previstos em Lei que não tem muito o que discutir. Justamente por isso, é de suma importância saber que realmente existem consequências caso as regras sejam desrespeitadas por parte da empresa.

Assim, caso a empresa não ofereça as férias dentro do tempo de 12 meses previsto em Lei, a partir da conclusão do período aquisitivo do contrato, terá de desembolsar 2x mais do o valor inicial. 

Ou seja, isso demonstra que, se tiver o descanso, seja ele parcialmente ou por completo, ao usar a calculadora de férias e ver que os dias ultrapassam a data limite. Tudo será dobrado. Por isso, compensa conversar com seus chefes e deixar essas condições bem explicadas.

Importância do controle de férias os empreendedores

Logo depois de tantas informações sobre os deveres das empresas e os direitos dos funcionários nas questões que envolve as férias. É bom que saiba que ela não perde só dinheiro, pagando multas. Mas também perde, em questão de desempenho da empresa. 

De acordo com o que mencionamos antes, quando o funcionário tira suas férias, as chances de voltar mais tranquilo. Sem tanta pressão e de maneira bem mais eficiente é gigantesca. E por isso, se a empresa segue todo o planejamento corretamente, as chances de seu crescimento ser maior ainda também existem. Aproveite essa dica e dê férias aos seus funcionários!

Conclusão

Por fim, após tantos detalhes interessantes sobre o funcionamento da calculadora de férias, qual a importância dela e muitos outros detalhes, entendemos que, saber fazer essas contas compensa muito. Isso, tanto para o empreendedor quanto para o funcionário. 

Essas contas garantem que ninguém sairá perdendo, de acordo com as Leis, e que, o funcionário gozará por completo do seu direito de descanso. E com isso, ambos os lados ganham. 

Portanto, caso tenha dúvidas sobre os valores que a empresa te passou e não sabe muito bem como funciona essa conta, use a calculadora ou peça apoio a um contador de confiança para te ajudar!

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.