sábado, junho 22, 2024

Como estudar melhor para ter eficiência nas provas

Muitos estudantes não conseguem entender a matéria por completo, ou não lembram o conteúdo na hora da prova por não saberem como estudar de forma melhor e mais eficiente. Confira em nosso artigo como estudar melhor para ter mais eficiência nos estudos.

Desafios para estudar melhor e com eficácia

Certamente existem alguns desafios que atingem muitos estudantes, ainda mais quando se precisa estudar e absorver um conteúdo extenso. Há casos de estudantes que se preparam bastante, mas na hora da prova não conseguem alcançar uma nota tão alta quanto era preciso.

Muitas vezes isso ocorre com matérias especificas que o aluno não tem muita familiaridade. No entanto, este é um assunto sério que frustra e deve ser debatido constantemente.

Então reflita, porque não consigo estudar corretamente e ser aprovado nas avaliações? Será que é possível que esteja fazendo algo errado ao estudar o conteúdo? Sendo assim, como devo estudar melhor e ter mais eficiência nas provas e avaliações?

Estudar melhor: como o cérebro recebe a informação?

Todos nós temos grande potencial na hora de aprender, basta sermos direcionado para nos desviar dos obstáculos e estudar melhor. O que pode estar acontecendo com você é certa dificuldade no método de estudo que está usando.

A dificuldade em encontrar uma metodologia que ajuda na memorização, que é a principal barreira do estudante, pode ser a chave para estudar melhor. De certa forma devemos ter mais disciplina, anotar os assuntos, fazer resumos e revisar toda a matéria constantemente. Mas, será que esse método funciona com todas as pessoas?

Desde a época da escola fazemos da mesma forma, escutamos o professor com sua explicação, lemos sobre o assunto e fazemos anotações. Além disso, revisamos para a hora da prova.

Escutando as informações recebidas…

Quando estamos conversando com um amigo, isso acontece diferentemente, no entanto, ele fala de forma desorganizada e mesmo assim compreendemos todo o assunto. Bem, aí recebemos a informações sem que tenhamos que listar, ou anotar algo. O que realmente o cérebro faz é associar frases, ou palavras mencionadas capturando as diversas formas de comunicação, pois temos uma mente linear.

Mente linear

Sendo assim, porque que na hora de estudar fazemos listas, anotações e revisões de leitura?  Isso foi o que aprendemos na escola, como foi dito acima, mas, talvez essa não seja a melhor forma para estudar melhor o conteúdo e absorver a informação por completo.

O cérebro, por sua vez, funciona de maneira bastante complexa. Ou seja, ele recebe as informações pegando as várias formas de comunicação em um todo e em seguida as junta para compreendê-las perfeitamente.

A percepção, chamada de linear, é um conjunto de mecanismos que usamos para capturar a mensagem. Nossa percepção é feita através de imagens em formas visuais, auditivas e faladas. E assim o cérebro as interliga e armazena em sua mente. A saber, deveríamos estudar dessa mesma forma, não acha?

Aprenda estudar com as sete categorias de inteligência

Atualmente, após muito tempo de estudos, um professor chamado Howard Gardner comprova que não aprendemos somente com a razão, mas sim com espécies de inteligências. Cada uma delas funciona de maneira peculiar e distinta. Com isso, descobrimos que cada um tem seu jeito particular de desenvolver a inteligência e aprender com mais eficácia o que estudamos.

Vamos conhecer todas elas?

1. Inteligência racional

Está linha de inteligência, a racional, é do tipo que pode se medir através de exames e avaliações de QI.

2. Inteligência Padrão  

A inteligência padrão é aquela que cria padrões em tudo que precisa guardar na mente. Geralmente essa inteligência é comum em programadores, artistas e matemáticos.

3. Inteligência musical

Como o nome já diz, ela é recorrente em músicos e instrumentistas.

4. Inteligência física

Inteligência de atletas e esportivas.

5. Inteligência prática

Frequente em indivíduos que conseguem montar peças complexas de carros sem que tenham estudado as peças.

6. Inteligência intrapessoal e interpessoal

Pessoas que buscam o autoconhecimento, bem como aquelas que conseguem serem extrovertidas ao extremo.

A princípio, reconhecemos que existem todos esses tipos de formas de aprendizagem, uma vez que assim estudar melhor pode ser de um jeito para uns e de outro jeito para outros.

Todavia, existem diversos modos de aprender. Caso consiga usar o tipo de inteligência a seu favor, pode encontrar dentro de um método uma maneira eficaz de estudo.

Dicas para estudar melhor e obter a aprovação

Como estudar melhor para ter eficiência e aprovações nas provas
Imagem: Divulgação.

1. Tenha um local bom para estudar

Separe um espaço aconchegante e com espaço de sobra para que consiga estudar de forma confortável. A iluminação deve ser boa, e o local bem fresco.

2. Ruídos

Um ambiente barulhento é uma péssima escolha para aprender. Encontre um espaço silencioso para se manter focado nos estudos até o final.

3. Sem interrupções

Certifique-se que ninguém vá te interromper, então faça esse pedido aos membros da família. Peça que não te interrompam constantemente para não atrapalhar seu foco.

4. Estude todos os dias

O bom estudo não significa exaustão e horas e horas estudando, mas sim estudar com certa constância. Estude todos os dias, nem que seja sequer meia hora, mas estude!

5. Tenha a matéria em mãos

É importante separar todo o conteúdo antes de iniciar sua meta de estudo. Então, separe um dia antes e deixe-o organizado, para que não perca tempo na hora exata de estudar.

6. Mapas mentais

Os mapas mentais podem ser construídos através de informações essenciais do conteúdo. Uma grande ajuda para que estude de forma eficiente na época de provas.  

Gostou? Então identifique como funciona seu jeito de estudar e mãos a obra. Caso tenha alguma dúvida é só deixar um comentário. Boa sorte!

Leia também: Dicas de estudo para o Enem organize um cronograma de estudos

Rolar para cima
Pesquisar

Navegue

Siga-nos

Ao continuar navegando, você concorda com nossos Termos de Uso e Polí­tica de Privacidade.